domingo, 23 de maio de 2010

'Help Me', o belo final da 6ª temporada de House

Atenção! Esse post comenta episódio ainda inédito no Brasil

Que 6ª temporada de House perfeita, hein? É, ok, eu sei que ficou longe disso, mas bem que poderia ter sido caso todos os episódios tivessem mantido pelo menos metade do altíssimo nível de ‘Broken’ (episódio de abertura da temporada) e dos dois últimos, o ‘Baggage’ e ‘Help Me’, o season finale. Flertando com mudanças que só fariam bem à série, esse sexto ano de House foi majoritariamente centrado na fórmula um dia original, mas que já se mostra desgastada pela previsibilidade.

Leia mais...

    E se ‘Help Me’ não chegou a abandonar totalmente o esquema ‘paciente da semana’, mostrou House mais humanizado, fragilizado e desesperado como nunca. De sua tentativa em salvar a perna de uma vítima de soterramento (o que trouxe à tona todo seu trauma pessoal), surgiram momentos arrebatadores com Cuddy, que cansada, diria ter desistido de ajudá-lo.

    Nesse panorama, ver House se abrindo para a paciente soterrada tentando convencê-la a deixá-lo amputar sua perna, rendeu cenas ao mesmo tempo chocantes e não menos emocionantes. E se segurar as lágrimas já seria impossível sob a tensão daquela passagem, a tarefa se tornou impossível quando a angústia culmina na morte da paciente e no conflito que jogou House (de novo em trabalho inspiradíssimo de Hugh Laurie) numa espiral de questionamentos existenciais aflorados pela tentação de retomar o vício em vicodin ou mesmo de tentar uma saída ainda mais drástica para suas dores.

    Envolvente, ‘Help Me’ foi uma verdadeira montanha russa cheia de reviravoltas e surpresas. E assim, quando o desfecho do episódio caminhava para um tom mais depressivo (que ainda mostrou a 13 pedindo as contas por conta de sua saúde), um pequeno sopro de esperança para os dilemas de House toma forma com Cuddy, que surgindo para impedí-lo de ceder à tentação do alívio fácil dos remédios, termina o relacionamento estável com o detetive Lucas (com quem estava prestes a se casar) e confessa seu amor por House consolidando a construção do relacionamento que vinha sendo indicado ao longo das últimas temporadas de forma coerente.

    Não sei para onde a próxima temporada de House caminhará, mas se o final desse 6º ano servir como indicativo, alimentarei as melhores expectativas e ficarei na torcida para que os produtores da série tenham a coragem necessária para apostar numa fórmula nova e mais ousada. House merece e seus fãs também.

10 comentários:

  1. Admito que sou fã meio obcecada de House. Simplesmente adoro a série, mas sei reconhecer erros também. Como a terceira temporada morna, quando já estávamos cansando da "fórmula". Ou a quinta temporada completamente entediante. Mas me surpreendi quando percebi que na internet muita gente não gostou da sexta temporada. Eu adorei, e não é papo de fã. Essa temporada contou com muitos episódios diferentes, como o arco do house sem licença nos primeiros episódios, foco maior no wilson e na cuddy em outros, o house voltando a morar com o wilson, episódios como o da feira medieval que saem bastante do lugar comum.. ou mesmo lockdown, que foi dirigido pelo próprio Hugh Laurie. Mesmo sem comparar com a quinta, essa foi uma ótima temporada. Se formos comparar então, foi perfeita. Pelo menos é o que senti. Espero que mantenham o nível na próxima!

    ResponderExcluir
  2. Só por curiosidade: este ep foi gravado com câmeras Canon 5DMKII. Um ep de True Blood tb vai utilizá-las.
    É o futuro!
    http://cpn.canon-europe.com/content/product/cameras/eos_5d_mkii.do

    ResponderExcluir
  3. Como já havia comentado aqui antes, comecei a assistir House incentivado pela minha namorada e pelos comentários que lia sobre a série aqui no DudeNews.

    Ao contrário da Simone, eu gostei muito da 5ª temporada e acho que ela trouxe ganchos que foram muito bem aproveitados na 6ª temporada.

    Também já falei aqui que o que me atrai na série House não é o drama médico, nunca foi. Pra mim o mais instigante na série é a complexa vida de House e seus dilemas. As relações que ele tem com as pessoas e toda essa história. Por isso a cada ano me apego mais à séria, pois vejo que os personagens, principalmente House, eveloui a cada temporada. É fascinante.
    E tem o fato de Hugh Laurie ser fantástico, virei fã do ator.

    Já o relacionamento dele com Cuddy, que como o Davi falou, já vem sendo discutido todo esse tempo e acho que a concretização deste relacionamento nos mostra que a série deve sim mudar um pouco na sua próxima temporada.

    Gostaria muito de ver mais episódios comentados aqui. House, Fringe, Dexter(tô vendo a 3ª ainda)...enfim.

    ResponderExcluir
  4. A sexta temporada começou muito bem...mas (na minha opinião) foi ficando cansativa. Com o desfecho desse ultimo episódio, fiquei com a impressão de que o House depressivo que conhecemos encontrará sua felicidade. Mas...será que isso é bom? Afinal, que graça teria o Dr. House legal e caridoso, tratando a todos bem e ao lado da mulher que ama? Então realmente espero que os produtores não tornem o Dr. House apenas mais um personagem sem graça de uma série médica...
    Gosto muito dessa série, principalmente agora que fiquei orfã de Lost...

    ResponderExcluir
  5. Olá pessoal do Dude. Há um tempo vocês postaram aqui o link em que eram postadas capas dos DVD's das séries que eram personalizadas pelo autor do site. As capas eram muito originais.

    Na epoca eu salvei o link, mas acabei perdendo. Poderiam passar novamente? Caso ainda tenham.

    Obrigado

    Abraço.

    ResponderExcluir
  6. E o link? Vocês ainda tem?

    Valeu

    ResponderExcluir
  7. Thiago, não sei ao que você tá se referindo. Não me recordo disso.

    ResponderExcluir
  8. Que pena. Era um blog ontem o carapostava as capas dos Boxes das séries. Mas tudo bem, Davi.

    Obrigado de qualquer forma.

    ResponderExcluir
  9. Na minha opinião, outro ponto alto dessa temporada foi o episódio centrado na Cuddy, no meio da temporada. Foi um tributo mais que merecido àquela personagem tão importante e tão pouco explorada pela série, no geral.
    Sobre o finale, restaurou minha fé na série, que agora caminha pra ter uma ótima sétima temporada, coisa que eu já não estava acreditando muito que aconteceria.

    ResponderExcluir
  10. Também gostei muito do episodio da Cuddy! A personagem merecia e vemos como é que ela sofre todos os dias lol

    ResponderExcluir

Fale conosco! também pelo e-mail mandando sua sugestão ou crítica.

Comentários ofensivos ou que não tenham relação com o post serão recusados.