quarta-feira, 4 de junho de 2008

THE BIG BANG THEORY - Balanço da 1ª Temporada

"Smart is the new sexy," ou simplesmente a inteligência é o novo sexy diz a curiosa tagline da comédia The Big Bang Theory.

Encerrada na noite do dia 03 de junho na Warner, a 1ª Temporada da série decididamente teve - pelo menos na minha opinião - muito mais pontos altos do que baixos e a justificativa passa por Chuck Lorre, mesmo criador de Two and a Half Men e que aqui soube ao lado de Bill Prady, dosar com singular talento o excesso de clichês que inundam produções envolvendo o universo nerd/geek ao mesclar ótimas e divertidíssimas sacadas que exploram situações aparentemente banais mas que evidenciam a enorme dificuldade que um grupo de gênios da física tem quando o assunto é o relacionamento humano.

Leia mais...

    Em linhas gerais, The Big Bang Theory gira em torno das desventuras e confusões de dois físicos (Leonard e Sheldon) e seus amigos (Raj e Howard) que ao conviverem com a bela e descolada Penny - uma jovem que se muda para o prédio onde a dupla mora - descobrem que a vida fora dos laboratórios pode ser muito mais complexa do que o entendimento da teoria da relatividade.

    Os esteriótipos de nerds estão todos lá representados no caricato quarteto masculino da série. Leonard é o típico apaixonado com sérias dificuldades de expressar sentimentos, Sheldon é o ranzinza anti-social divirtidamente insuportável, Koothrappali é o indiano que não consegue conversar com mulheres (a não ser que esteja bêbado, claro) enquanto Howard faz a figura de nerd tarado sem noção mas que ainda mora com a mãe.

    Os 4 personagens são inegavelmente figuras curiosas, mas é fato que ao longo dessa temporada de 17 episódios, quem efetivamente roubou a cena na maior parte das vezes foi Sheldon (o ótimo Jim Parson), o mais excêntrico do grupo e com quem Penny tem as 'discussões' mais engraçadas. Houveram, claro, algumas situações que forçarm a barra na tentativa de fazer graça, mas no geral elas foram raras e não impediram TBBT de consolidar-se como uma comédia de textos simples mas que cumprem a missão de garantir uma diversão despretensiosa.

    Destaques da Temporada:

    Sheldon discutindo com Penny a (ir)relevância dos signos na formação da personalidade de cada um. (Episódio Piloto)

    A explicação de Sheldon para sua fantasia de 'efeito Doppler' na festa na casa de Penny; e Raj se dando bem com uma mulher por saber "ouví-la" (Ep. 6 The Middle Earth Paradigm)

    Sheldon inventando uma complexa mentira para que ele e Leonard escapem de ter que ir assistir uma apresentação de Penny (Ep. 10 The Loobenfeld Decay)

    A irritação de Sheldon com a ameaça de um novo prodígio que chega ao laboratório (Ep. 12 The Jerusalem Duality)

    As bizarríssimas situações envolvendo a 'Máquina do Tempo' comprada por Leonard. (Ep. 14. The Nerdvana Annihilation)

    A 'briga' dos nerds para se aproximar da irmã gêmea de Sheldon. (Ep. 15. The Shiksa Indeterminacy)

    Howard e a reação alérgica auto provocada para evitar que Leonard descobrisse os planos de uma festa surpresa armada para ele, e claro, sua proposta à Penny de um ménage à trois :p (Ep. 16 The Peanut Reaction)

    Todos os ótimos e engraçadíssimos diálogos de Leonard prestes a ver a chance de sair com Penny se tornar realidade (Ep. 17 The Tangerine Factor - Final da temporada)

    Cotação da temporada: 7,5

4 comentários:

  1. Alexandre Breveglieri4 de junho de 2008 08:53

    Você acompanhou por um canal pago aqui do Brasil? Pergunto isso porque, mesmo com as legendas "caseiras" (que costumam ser mais fiéis e maiores) algumas partes do diálogo são perdidas, imagino como ficaria em legendas feitas para TV.

    Creio que assim, muita parte da graça dos diálogos se perde. Assisti com a minha namorada e toda hora eu tinha que ficar fazendo "intervenções" complementando o que a legenda dizia.

    No geral, achei uma grata surpresa nessa safra de novas séries.

    ResponderExcluir
  2. Alexandre eu acompanhei mais pela exibição americana mas às vezes via as reprises na Warner e de fato muitas das legendas pecavam pela baixa qualidade chegando como você mencionou a tirar o sentido da piada em algumas situações. Infelizmente essa é uma velha discussão que os canais a cabo parecem preferir simplesmente ignorar. Eu já mandei alguns e-mails ( e sei que muita gente também o fez) relatando problemas do tipo e nunca nem recebi resposta

    Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Eu assisti a temporada inteira, pela Warner e baixando na internet, e adorei a série!

    Alguém aí sabe quando lança a 2ª temporada?

    ResponderExcluir

Fale conosco! também pelo e-mail mandando sua sugestão ou crítica.

Comentários ofensivos ou que não tenham relação com o post serão recusados.